Recuperação do pecado e do vício - Etapa 5 - Integridade

5. Admitimos a Deus, a nós mesmos e a outro ser humano a natureza exata de nossos erros.

Na etapa anterior, Coragem, fizemos uma lista de coisas que outras pessoas fizeram para nós e que fizemos: ambas foram pessoalmente sensíveis a nós. Antes disso, provavelmente nunca quisemos escrever essas coisas. E assim foi preciso coragem para pressionar através de todos os nossos sentimentos emocionalmente dolorosos e temerosos, para realizar essa tarefa.

E devemos ter realizado este passo de “Coragem”, antes do passo 5. Porque no passo 5 vamos usar esta lista para contar a alguém sobre isso!

Deixe Deus ver a lista primeiro

Mas antes de fazermos isso, vamos primeiro compartilhar abertamente essa lista com Deus. Não que ele já não possa ver. Antes, porque ele quer ver se o reconheceremos diante dele e buscaremos sua ajuda para isso.

“Deus olhou do céu para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento, que buscasse a Deus”. ~ Salmo 53: 2

Devemos abrir a lista aos olhos de Deus e convidá-lo a nos ajudar com ela. Porque a realidade é que Deus já sabe tudo sobre nós. Não há nada escondido dele. Ele realmente nos conhece, melhor do que nós mesmos. Mas ele quer ver o quão honestos seremos abertamente com ele e com nós mesmos.

“Ó Senhor, tu me sondas e me conheces. Tu conheces minha decadência e minha revolta, tu entendes meu pensamento de longe. Tu percorres o meu caminho e o meu repouso, e estás familiarizado com todos os meus caminhos. Pois não há uma palavra em minha língua, mas, eis, ó Senhor, tu a conheces totalmente. Tu me cercaste atrás e antes, e colocaste tua mão sobre mim. Esse conhecimento é maravilhoso demais para mim; é alto, não posso alcançá-lo. Para onde irei do teu espírito? ou para onde fugirei da tua presença? Se eu subir ao céu, tu estás lá; se eu fizer a minha cama no inferno, eis que tu estás lá. Se tomo as asas da alva, e habito nas extremidades do mar; Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se eu disser: Certamente as trevas me cobrirão; até a noite será leve sobre mim. Sim, a escuridão não se esconde de ti; mas a noite resplandece como o dia: as trevas e a luz são iguais para ti. ” ~ Salmo 139: 1-12

Encontre alguém em quem você confie para compartilhar sua lista

A abertura para o outro nos permite ter uma perspectiva diferente, de alguém que não tem um apego emocional específico “pelo que passamos”. Portanto, é melhor que essa pessoa não seja um membro da família, nem um amigo do passado, que conheça nosso passado. E geralmente é melhor que eles não estejam familiarizados com as pessoas por quem fomos magoados, nem com as pessoas que ferimos no passado.

Além disso, se formos um homem, a pessoa com quem falamos também deve ser um homem. Da mesma forma, se formos mulheres, a pessoa com quem falamos deve ser uma mulher. O problema é quando alguém está falando de coisas sensíveis, para uma pessoa do sexo oposto, que pode haver problemas de apego emocional não intencionais. E isso só nos impediria de nos ajudar a lidar com esses problemas pessoais em nossa própria vida.

Finalmente, é importante que essa pessoa seja alguém em quem podemos confiar e depender para "estar lá". À medida que trabalhamos para superar o vício, haverá momentos em que precisaremos desse amigo íntimo, para quem podemos ligar e conversar. E por isso é importante que essa pessoa seja espiritualmente madura em seu relacionamento com Jesus Cristo. Porque essa pessoa não só precisa nos dar uma nutrição sólida, mas também precisa ser capaz de concordar em oração conosco, quando precisamos.

“Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que possais ser curados. A oração fervorosa eficaz de um homem justo muito vale. ” ~ Tiago 5:16

Existem muitos tipos de orações que as pessoas costumam dizer. Mas uma oração fervorosa eficaz é algo diferente. É algo que vem de dentro, porque se trata de algo que nos afeta profundamente. Às vezes, o que nos afeta profundamente é pesado demais para ser expresso em palavras.

“Da mesma forma o Espírito também ajuda as nossas enfermidades: porque não sabemos o que devemos orar como convém; mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos que não podem ser proferidos. E aquele que esquadrinha os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque ele intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus. ” ~ Romanos 8: 26-27

Portanto, ao procurar alguém com quem compartilharemos nossa lista, consideremos cuidadosamente se essa pessoa é a certa para nós. Eles sabem como obter a mente do Espírito Santo? Eles são verdadeiros seguidores de Jesus Cristo, sendo totalmente obedientes ao evangelho em tudo o que conhecem e entendem? Eles sabem ouvir e não julgar? Eles sabem como confortar o outro em meio a grandes dificuldades? Eles próprios são estáveis e calmos o suficiente para serem qualificados? Eles não são auto-defensivos?

As Escrituras nos dão alguma direção sobre como entender a qualificação de alguém como ouvinte neste caso.

“Agora nós os exortamos, irmãos, avisem os indisciplinados, confortem os fracos de espírito, apóiem os fracos, sejam pacientes com todos os homens.” ~ 1 Tessalonicenses 5:14

O objetivo não é julgar, mas sim nutrir. Para trabalhar pacientemente com você, para que você possa se recuperar e ser curado.

“E o servo do Senhor não deve lutar; mas seja gentil com todos os homens, apto para ensinar, paciente, Em mansidão instruindo aqueles que se opõem; se Deus porventura lhes dará arrependimento para o reconhecimento da verdade; E para que se recuperem do laço do diabo, que são levados cativos por ele à sua vontade. ” ~ 2 Timóteo 2: 24-26

Aquele com um vício, no passado esteve sob o controle de Satanás. E assim foram capturados por ele sempre que a dor emocional os dominava, enquanto corriam de volta ao vício calmante. Mas agora eles estão buscando o conforto do Espírito Santo. E ainda pode haver coisas no caminho de sua fé ser capaz de receber o conforto do Espírito. Portanto, por enquanto, eles podem precisar recebê-lo por meio do cuidado e do conforto de um amigo. E assim esse verdadeiro amigo deve saber até como compartilhar as emoções do outro quando necessário.

“Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.” ~ Romanos 12:15

Tornar-se vulnerável é necessário

A maneira como nos aproximamos de Deus é fundamental para alcançá-lo e ser curados. E assim será preciso coragem e integridade para revelar a outra pessoa o que está nos perturbando emocionalmente.

“O que encobre os seus pecados não prosperará; mas o que os confessa e deixa, alcançará misericórdia.” ~ Provérbios 28:13

Nesta etapa, nos tornamos vulneráveis a outra pessoa, e isso é humilhante. Os viciados serão atores. Eles assumem outro rosto e personalidade, para que os outros pensem de maneira diferente deles e não vejam sua dor. Portanto, o viciado leva uma vida dupla. Precisamos sair “do show” e nos humilhar para ser apenas quem somos.

“E o publicano, estando de longe, não quis levantar nem mesmo os olhos ao céu, mas bateu no peito, dizendo: Deus tenha misericórdia de mim, pecador. Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e aquele que se humilha será exaltado. ” ~ Lucas 18: 13-14

Muitas vezes, no passado, foram as circunstâncias, ou outras, que nos humilharam. Às vezes, isso também pode ser muito doloroso. O poder está em: quando nos humilhamos a Deus. Porque nos abrimos ao poder de Deus!

“Da mesma forma, vocês mais jovens, submetam-se aos mais velhos. Sim, todos vocês, sujeitem-se uns aos outros e vistam-se de humildade; porque Deus resiste aos soberbos e dá graça aos humildes. Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele possa te exaltar no tempo devido: Lançando sobre ele todo o seu cuidado; pois ele cuida de você. Esteja sóbrio, seja vigilante; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando a quem possa tragar: ”~ 1 Pedro 5: 5-8

Satanás é capaz de nos engolir em dor emocional quando não nos humilhamos. Mas quando nos humilhamos, Deus pode nos exaltar. E é quando e como a cura vem!

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. ” ~ 1 João 1: 8-9

Novamente, alguns de nossos comportamentos são definitivamente influenciados por coisas que outras pessoas nos fizeram. Mas, no entanto, como nos comportamos ainda é nossa responsabilidade. Portanto, devemos assumir a responsabilidade desenvolvendo esta lista e trabalhando com o Senhor em nosso doloroso passado. Para que possamos ser curados!

“Portanto levantai as mãos que pendem e os joelhos fracos; E faze veredas direitas para os teus pés, para que o que é coxo não se desvie; mas sim seja curado. ” ~ Hebreus 12: 12-13

Deixe um comentário

pt_BRPortuguês do Brasil